Álvares de Azevedo - Noite na Taverna HQ (Resenha)

"Noite na taverna", foi publicado originalmente em 1855, três anos após o autor ter falecido precocemente com apenas 20 anos. É uma coletânea de contos fantásticos, em que cinco amigos bêbados numa taverna, narram histórias suas. Com uma linguagem poética e em clima tétrico, onírico e de mistério, o autor aborda temas obscuros como traição, assassinato, incesto, necrofilia, canibalismo, adultério, libertinagem, corrupção e morte por amor. É um exemplo perfeito do "mal do século" e da literatura gótica no Brasil.

Esta edição traz este clássico azevediano em forma de HQ, ao qual foi adaptado e desenhado magnificamente. Há trechos e diálogos integrais do original, mas também em alguns momentos simplificações para tornar a leitura acessível a todos. Assim, pode ser um boa obra para se iniciar no universo de Álvares de Azevedo, para quem não está acostumado com sua linguagem rebuscada, tão característica dos românticos no séc. XIX.

Os terríficos contos de "Noite na taverna" foram provavelmente inspirados no livro "Noches Lugubres", publicado em 1771, pelo espanhol José Cadalso, e, por sua vez, este foi inspirado em "Nights", obra do autor pré-romântico inglês Young. E "Noite na taverna" também gerou várias obras, muitas vezes tidas como imitações, tais como o conto “A confissão do moribundo” (1856), de Lindorf Ernesto Ferreira França, a novela "Genesco: vida acadêmica" (1862) de Teodomiro Alves Pereira, o romance "Dalmo ou Os mistérios da noite" (1863) de Luís Ramos Figueira e "A Trindade Maldita" (1862), de Franklin Távora.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Goethe - Os Sofrimentos do Jovem Werther (Resenha)

Lord Byron - Poemas Recitados