John Clare - Poemas (Resenha)

 "Poemas” foi o único livro com poemas de John Clare (1793-1864) publicado no Brasil. Foi primorosamente traduzido por Alexei Bueno nesta edição bilíngue, mantendo a métrica e a rima dos poemas, tarefa deveras complexa. Apesar do autor ter sido considerado o “Robert Burns inglês” e um dos principais autores da Segunda Geração Romântica inglesa junto com Byron, Keats e Shelley, ele não é muito conhecido no Brasil.

O poeta tendo sido filho de um agricultor e logo tendo uma infância rural, teve a natureza como tema central em seus poemas, sempre louvando-a ou lamentando a sua destruição, isto sempre através de versos simples, tanto no linguajar quanto no metro. Porém, apresenta também poemas com a clássica melancolia e sentimento de incompreensão, inerentes ao Romantismo, sendo deste estilo o seu poema mais conhecido:“I am” (Eu sou).

John Clare passou os últimos 20 anos de sua vida internado com loucura, às vezes se identificava com Shakespeare e outras como Byron. Infelizmente não obteve nenhum reconhecimento em vida, apenas anos depois sendo considerado um dos poetas ingleses mais importantes e "o maior da classe trabalhadora inglesa", segundo o seu biógrafo Jonathan Bate.

Vale a pena mencionar que na série “Penny Dreadful” há uma homenagem a John Clare, tendo um dos personagens o seu nome e recitando o seu poema “I am” em alguns momentos da série.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Goethe - Os Sofrimentos do Jovem Werther (Resenha)

Lord Byron - Poemas Recitados