Luciana Fátima & Arlindo Gonçalves - Ad Infinitum (Resenha)

"Ad Infinitum: Réquiem Para Álvares de Azevedo e Ian Curtis" (2019) foi escrito por Luciana Fátima e Arlindo Gonçalves.

Narra um encontro impossível, mas que seria incrível se realmente acontecesse: o poeta ultrarromântico brasileiro do século XIX Álvares de Azevedo e o poeta à frente do Joy Division até início dos anos 80, Ian Curtis, ambos influentes cada um a seu modo e admirados até hoje.

Luciana Fátima é estudiosa de Álvares de Azevedo e já tive o prazer de ler outros dois livros dela sobre Maneco: “Álvares de Azevedo: o poeta que não conheceu o amor foi noivo da morte” (2009) e “Delírio, poesia e morte: a solidão de Álvares de Azevedo” (2015), ambos riquíssimos. Arlindo Gonçalves é estudioso de Joy Division e escreveu “In Aeternum - Joy Division: a Busca Afetiva por uma Imagem” sobre a clássica banda de pós-punk de Manchester.

Em “Ad Infinitum”, Luciana e Arlindo uniram os seus conhecimentos, o que resultou nesta encantadora homenagem a Álvares de Azevedo e a Ian Curtis, e mais ainda, à imortalidade e beleza da Poesia. Os diálogos são inspirados em poemas e prosas do primeiro e letras e falas do segundo, e é curioso notar como se encaixam perfeitamente. A obra nos mostra um pouco da personalidade dos dois poetas e o que eles têm em comum.

Ambos falecidos precocemente, tinham personalidades melancólicas, desajustadas e uma relação profunda com a morte e com a poesia. Em uma realidade paralela os dois poderiam ter sido bons amigos.

Talvez ler este livro seja uma experiência mais interessante pra quem já conhece o trabalho de ambos, pela identificação das diversas referências às suas obras e biografias. Mas, ao mesmo tempo, pode servir de introdução pra quem não conhece. Ou seja, qualquer pessoa pode ler e apreciar.

O livro é da Editora Sebo Clepsidra, e como de costume, apresenta uma edição caprichada, em capa dura, com ilustrações e fotos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Goethe - Os Sofrimentos do Jovem Werther (Resenha)

Lord Byron - Poemas Recitados